Uma escritora brasileira

Exibindo: 5 RESULTADOS
Garrafas ao Mar

Onde meter o bedelho

Será que sou só eu ou todo mundo acha que o momento tá parado? Estagnado, expectante, chato, irritante? Na TV só se fala da vacinação, que não chega, vai chegar, chegou, acabou, vai retomar em X momento ou lugar… Ou se fica no aguardo: aulas presenciais? Pra todo mundo, em Agosto? As Olimpíadas no Japão? Como será, quem vai, como …

Garrafas ao Mar

Papo de velho pra quem é jovem

Tive sorte em minha carreira. Hoje, creio que a maior delas foi ser uma adulta, ao estrear em livro. CRESCER É PERIGOSO saiu pela editora Moderna em 1986. Para a geração millenium, uma época inimaginável de ausência de computadores, Internet, celulares ou mídias sociais. Essa dificuldade de comunicação, contudo, apresentou suas vantagens. Eu tinha 29 anos, e, se desde os …

Garrafas ao Mar

Herança de sangue ou legado de alma

Virei avó. Meu neto Calvin nasceu no dia 16 de abril. Ser avó trouxe-me emoções intensas, que despertaram reminiscências e criaram antecipações… Minha avó se chamava Efrosina Telpizov, mas todo mundo no bairro da Vila Zelina a conhecia como Dona Rosa. Com meu avô Jorge, saiu de terras longínquas com três filhos, na década de 1920. Um filho morreu no …

Garrafas ao Mar

Início de um percurso

Garrafas ao mar Você já ouviu falar sobre “mensagem na garrafa”? Sobre alguém que escreve um bilhete, coloca dentro de uma garrafa e o lança ao mar? Na maioria das vezes, o gesto é movido pela curiosidade, pelo desejo de se comunicar com o mundo, sem saber a quem se vai atingir. Um gesto um pouco mais eficaz do que …